GENEBRA (Reuters) - Mais de 60 mil pessoas foram infectadas pela cólera no Zimbábue, número que a Organização Mundial da Saúde classificou como pior cenário possível na epidemia iniciada em agosto. Cerca de 60.401 pessoas estão com a doença, das quais 3.161 morreram, segundo os dados divulgados nesta sexta-feira pela Organização das Nações Unidas em Genebra.

Os dados da ONU mostram que a epidemia não parece diminuir, com 1.493 novos casos e 69 novas mortes nas últimas 24 horas.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.