Casos da gripe confirmados pela OMS sobem para 2,099 mil

Genebra, 7 mai (EFE).- O número de casos de gripe suína confirmados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou hoje a 2,099 mil em 23 países, incluindo 44 mortos por causa da doença.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

O México informou sobre 1,112 mil casos de gripe suína confirmados em laboratório, incluindo 42 mortes, segundo a OMS.

Os Estados Unidos comunicaram sobre a infecção de 642 pessoas, das quais duas morreram.

O terceiro lugar em número de casos é do Canadá, com 201 infectados pelo vírus A (H1N1).

Na Europa, a Espanha tem o maior número de doentes (73), seguida pelo Reino Unido (28).

Em seguida aparecem Alemanha (9), Nova Zelândia (5), França (5), Israel (4), El Salvador (2), Itália (5), Áustria (1), Hong Kong (1), Colômbia (1), Costa Rica (1), Guatemala (1), Dinamarca (1), Irlanda (1), Holanda (1), Coreia do Sul (2), Suécia (1), Suíça (1) e Portugal (1).

A organização insistiu em que não recomenda restringir os deslocamentos por causa da gripe, mas afirmou que as pessoas doentes com viagens programadas devem adiá-las, enquanto aquelas que apresentam sintomas de gripe após uma viagem devem buscar atendimento médico.

"Estas recomendações são medidas de precaução que podem limitar a propagação de muitas doenças transmissíveis, incluindo a gripe", indicou a organização. EFE is/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG