Caso Jean Charles: Policiais pedem anonimato para falar

Mais de 40 policiais que vão testemunhar em um novo inquérito sobre a morte do brasileiro Jean Charles de Menezes em Londres pediram anonimato, segundo informação do jornal britânico The Times desta quinta-feira. De acordo com o jornal, a maior parte dos policiais que testemunharão faz parte das equipes de supervisão e controle de armas que estavam trabalhando no dia em que o brasileiro foi morto.

BBC Brasil |

O eletricista brasileiro Jean Charles de Menezes foi morto no dia 22 de julho de 2005 no metrô de Londres depois que a polícia britânica o confundiu com um terrorista.

No ano passado, a Polícia Metropolitana de Londres foi multada em mais de R$ 600 mil, além de custos legais, por quebrar regras de segurança pública.

No entanto, nenhum policial foi condenado pela morte do brasileiro.

No dia 22 de setembro deste ano, um novo inquérito será aberto para investigar o caso Jean Charles, sob o comando do juiz Michael Wright.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG