Caso de gripe aviária em um gato é confirmado na Coréia do Sul

Um caso de gripe aviária foi diagnosticado em um gato encontrado morto em abril passado na cidade sul-coreana de Gimje, indicaram nesta terça-feira as autoridades sanitárias que disseram se tratar do primeiro mamífero vítima do vírus H5N1 no país.

AFP |

Também é o primeiro caso de gato vítima da gripe aviária desde um registrado na Tailândia, em 1996.

O risco de contaminação para os humanos é pequeno, segundo os especialistas, à medida que não existem casos de transmissão do vírus de um gato para outros mamíferos.

"É muito raro que um gato contranha o vírus da gripe aviária", indicou Cho Hyun-Ho, do Centro Nacional de Pesquisa Veterinária.

O gato foi encontrado morto em abril passado, em Gimje, sul de Seul.

"Provavelmente o gato comeu um pássaro doente ou teve contato com frangos ou patos".

Gimje foi uma das primeiras regiões sul-coreanas afetadas pela última epidemia de gripe aviária, que se manifestou a partir de abril e se propagou por boa parte do país.

No início de maio, o ministério da Agricultura comunicou que outros focos de gripe aviária se estenderam para seis de nove províncias do país, apesar dos sacrifícios em massa ordenados pelas autoridades.

Desde a descoberta de um primeiro foco no início de abril, cerca de 8,5 milhõs de frangos e patos foram sacrificados no país.

O vírus H5N1 já matou mais de 240 pessoas no mundo desde o final de 2003. Na Coréia do Sul não foi identificado nenhum caso humano.

ckp/jmr/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG