Casal francês é condenado por fazer sexo em monumento histórico

Um casal foi condenado na França a quatro meses de prisão por ter feito fotos e vídeos pornográficos em um monumento em homenagem aos mortos na Primeira Guerra Mundial, nos arredores da cidade de Arras, no norte da França.

BBC Brasil |

Julgados por exibicionismo sexual, eles também foram condenados a pagar uma multa de dois mil euros (cerca de R$ 5 mil), além de uma indenização simbólica no valor de um euro ao governo do Canadá, que criou o monumento.

A sentença foi dada com suspensão condicional da pena, portanto eles não terão de cumprir os quatro meses de prisão.

O casal, de cerca de 30 anos, divulgou as fotos e vídeos em um site pago criado por eles na internet.

Nos computadores do casal, a polícia encontrou cerca de 200 fotos e vários vídeos pornográficos. Os dois franceses ganharam três mil euros (cerca de R$ 7,5) com a venda das imagens.

'Brincadeira sexual'

Eles afirmaram durante a audiência que queriam apenas fazer uma "brincadeira sexual" e que não tinham consciência da "importância simbólica do monumento".

O marido disse que considerava o local como "uma área de passeio".

Nas paredes do memorial de Vimy estão inscritos os nomes dos 11.285 soldados canadenses desaparecidos na França durante a Primeira Guerra, cujos corpos não foram localizados.

O monumento é considerado importante para o patrimônio histórico e cultural do Canadá.

Além disso, a região de Vimy é um local de grande peso histórico na França em relação à Primeira Guerra Mundial. Em uma área de apenas 20 quilômetros ao redor do monumento, existem 30 cemitérios militares.

A polícia francesa foi alertada por representantes canadenses. Eles reconheceram as trincheiras de Vimy e as colunas do monumento nas imagens divulgadas na internet.

No início do ano, um outro casal já havia sido condenado pela Justiça por atos de exibicionismo no mesmo local. Na época, as sanções foram mais amenas: um mês de prisão com suspensão condicional da pena e multa no valor de 150 euros (cerca de R$ 375).

"Há muito tempo o memorial de Vimy é conhecido como um local de exibicionismo sexual. Mas graças à internet é mais fácil identificar os autores", afirmou a procuradora substituta de Arras, Elise Bozzolo.

O terreno onde foi construído o monumento foi doado pela França ao Canadá em 1922 para recompensar a vitória conquistada pelas tropas canadenses na retomada do cume da montanha de Vimy.

A área era um ponto central da estratégia de defesa das tropas alemãs.

O local era tão protegido que durante os três primeiros anos da guerra, todas as tentativas das forças aliadas para retomar a região haviam fracassado.

Leia mais sobre sexo

    Leia tudo sobre: sexo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG