Casal americano processa Google por se intrometer em sua vida

San Francisco, 4 abr (EFE) - Um casal de Pittsburgh, na Pensilvânia (Estados Unidos), processou a empresa Google por se intrometer em sua vida particular, já que o serviço Street View do site de buscas permite que qualquer internauta veja uma foto de sua rua e de sua casa. A imprensa americana publicou hoje que Aaron e Christine Boring acusam o Google de invasão proposital de sua privacidade, pois a rua onde vivem está claramente marcada com um sinal de área particular. Os Boring acrescentaram na ação judicial, apresentada em 2 de abril, que a inclusão de uma foto de sua casa no Street View do Google lhes causou sofrimento mental e reduziu o valor do imóvel, comprado em 2006 por uma soma considerável de dinheiro. Eles disseram que seu desejo de privacidade foi um fator importante em sua decisão de comprar a propriedade. A imprensa dos Estados Unidos teve acesso a documentos públicos sobre a propriedade e afirma que os Boring pagaram US$ 163 mil pelo imóvel. O casal pede uma indenização de US$ 25 mil e a destruição das imagens de sua casa. O Street View é um serviço do Google integrado no Google Maps que oferece fotos panorâmicas das ruas de algumas das principais cidades dos EUA. O programa incluiu Pittsburgh em outubro do ano passado.

EFE |

A imprensa americana publicou cópias do processo dos Boring nas quais aparece seu endereço, pelo que as fotos de sua casa - com piscina e jardim, mas de aparência modesta - são agora mais públicas que nunca. EFE pg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG