Casal acusado de raptar jovem nos EUA se declara inocente

O casal acusado do rapto há 18 anos de uma jovem americana no norte da Califórnia (oeste) declarou-se nesta sexta-feira inocente de múltiplas acusações, entre elas a de estupro.

AFP |

Phillip Garrido, de 58 anos, e sua esposa Nancy, de 54, foram representados por seus advogados e nada falaram na audiência de cinco minutos onde foram lidas as acusações contra eles na Corte Superior do condado de El Dorado. Ambos foram detidos, sem direito à fiança e voltarão ao tribunal no dia 14 de setembro.

Jaycee Dugard, sequestrada aos 11 anos, hoje com 29, foi mantida nos fundos da casa do casal Garrido, em Antioch (70 km a leste de San Francisco), segundo os primeiros elementos da investigação.

Jaycee, que na quinta-feira se uniu à mãe e à irmã, teria tido duas filhas com seu captor, a primeira delas quando tinha 14 anos, segundo revelações da imprensa local.

Pesam 28 acusações contra Phillip Garrido e Nancy que sequestraram em 1991 a então menina Jaycee Lee Dugard na casa de seus pais, a pouco mais de 200 km do local onde apareceu nesta quarta-feira.

Garrido e sua mulher são acusados de sequestrar e violar Jaycee Dugard, hoje com 29 anos - entre outros crimes - e mantê-la como prisioneira num jardim escondido de sua casa rural de Antioch, 70 km a leste de San Francisco.

Na quinta-feira a polícia revelou que o homem, em liberdade condicional por um outro crime de estupro e sequestro, em 1971, é pai de duas filhas de Haycee Dugard, hoje com 15 e 11 anos.

Nancy Garrido soluçou durante a audiência a que compareceu junto com o marido que, ao contrário, não demonstrou nenhuma emoção.

Em uma rara entrevista por telefone concedida por Phillip Garrido, este admitiu que havia sido "algo repugnante" ter raptado a menina em 1991, ante o olhar de seu padrastro Carl Probyn, que todos estes anos foi considerado suspeito, tendo mesmo rompido o casamento com a mãe da sequestrada, Terry Probyn.

"Descobrirão a história mais impactante através da testemunha, a vítima", disse Garrido. "Acontece que nos últimos anos mudei completamente de vida".

str-pb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG