A última residência ocupada por Michael Jackson em Los Angeles, onde o rei do pop faleceu no dia 25 de junho, será transformada em um memorial aberto ao público, anunciou na noite desta quinta-feira o estilista francês Christian Audigier, informando que pretende comprar a casa.

Situada no bairro de Holmby Hills, a propriedade pertence atualmente a Hubert Guez, sócio de Chistian Audigier e diretor de sua empresa de moda.

"A casa era alugada por Michael Jackson há alguns meses, e seria pelos próximos seis anos. Ao término deste aluguel, Christian Audigier comprará a propriedade com o objetivo de manter intactos os preciosos momentos que compartilhou com Michael Jackson", indica o comunicado enviado à AFP pelo assessor de imprensa de Audigier, Laurent Guyot.

"Christian Audigier, amigo de Michael Jackson, comprará este bem para fazer um lugar dedicado à memória da estrela, e ao qual o público e seus fãs terão acesso", explicou Guyot.

Michael Jackson, que alugava a mansão por 100.000 dólares mensais, confiou ao estilista francês a criação do vestuário e de objetos que deveriam ser comercializados durante a série de apresentações que faria em Londres.

jfg/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.