Casa do ministro dos Hidrocarbonetos da Bolívia sofre atentado com bomba

La Paz, 15 set (EFE) - O novo ministro de Hidrocarbonetos da Bolívia, Saúl Ávalos, denunciou hoje que desconhecidos explodiram uma banana de dinamite contra a casa do titular na cidade de Santa Cruz, o principal foco da oposição autonomista na Bolívia, embora os danos sejam só materiais.

EFE |

Ávalos, que nasceu em Santa Cruz, afirmou que o atentado foi cometido na madrugada por desconhecidos que lançaram o explosivo contra seu domicílio que, no ano passado, quando era constituinte do oficialismo, sofreu outro atentado com um coquetel molotov.

Ele disse que, "felizmente", sua família não estava em casa, cujos vidros foram destruídos pelo impacto do explosivo, além de outros danos na fachada.

O ministro disse que os grupos opositores conservadores de Santa Cruz o chamam de traidor da região, mas destacou que sempre se definiu como "um militante de esquerda e revolucionário" e há três anos apóia o presidente Evo Morales.

"Não os traí porque nunca estive com eles", acrescentou o ministro, que foi empossado no cargo há uma semana para substituir Carlos Villegas, que passou à pasta de Planejamento.

O atentado ocorreu em meio ao prolongado conflito que mantêm o Governo Morales e os dirigentes e governadores regionais da oposição e que alcançou nas últimas semanas uma grave tensão com choques armados que causaram várias mortes nos últimos dias em Pando (norte). EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG