Casa de Espanha no Rio de Janeiro é afetada por deslizamento de terra

Rio de Janeiro, 9 abr (EFE).- A Casa de Espanha no Rio de Janeiro foi seriamente afetada pelos deslizamentos de terra que ocorreram nesta semana na cidade e precisará de grandes investimentos para sua reconstrução, disseram hoje diretores da entidade.

EFE |

Parte da propriedade, situada no bairro Humaitá, foi destruída pelo deslizamento de uma encosta do Corcovado e as obras necessárias podem chega a um valor de R$ 2,5 milhões, disse hoje à agência Efe o vice-presidente da Casa de Espanha, Antonio Carlos Carballo Blanco.

"Uma área muito grande foi afetada, o ginásio foi parcialmente destruído, a parede do fundo caiu. Também houve danos no armazém, na cozinha e no refeitório dos funcionários e parte da quadra de futsal afundou sobre a garagem", disse.

Segundo Carballo, além de reconstruir as áreas danificadas será necessário fazer uma enorme barreira de contenção para evitar que a terra volte a invadir a propriedade, caso ocorram novos deslizamentos.

As chuvas que castigam o Rio e a região metropolitana desde a segunda-feira causaram diversos deslizamentos de terra que já deixaram 195 mortos em todo o estado, segundo as autoridades.

"Felizmente aqui (na Casa de Espanha) não houve nem mortos nem feridos", disse Carballo.

Como consequência do deslizamento, ocorrido na terça-feira, uma subestação geradora de eletricidade também foi destruída e a instituição funciona no momento com a ajuda de geradores.

Além dos danos na estrutura, o centro perdeu móveis e utensílios, mas o valor dos mesmos não foi quantificado, porque o acesso a algumas partes da edifício foi bloqueado pela Defesa Civil.

"As perdas no ginásio são muito impactantes. Isso afeta muito, porque é a região onde funciona a escola de futsal e onde está o centro social de idosos", acrescentou.

Carballo disse que embora a Casa da Espanha seja mantida financeiramente com as contribuições de seus 540 sócios-proprietários, enviou uma carta às autoridades espanholas "comunicando o desastre". EFE joc/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG