Casa Branca volta a dizer que escudo antimísseis não ameaça a Rússia

Washington, 14 ago (EFE).- A Casa Branca manifestou hoje sua satisfação pelo acordo alcançado com a Polônia para a instalação de partes de um escudo antimísseis no país, e reiterou que tal programa de defesa não tem a Rússia como alvo.

EFE |

"De modo algum o plano de defesa antimísseis do presidente (George W. Bush) é direcionado contra a Rússia", disse a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, em sua entrevista coletiva diária.

"Sequer é logicamente possível que seja direcionado contra a Rússia, levando em conta que a Rússia poderia superá-lo", acrescentou a porta-voz.

"O objetivo do escudo antimísseis é proteger nossos aliados europeus de qualquer ameaça inimiga, como um míssil procedente do Irã", disse Perino ao ser perguntada se a assinatura do acordo com a Polônia contribuirá para aumentar ainda mais as tensões entre EUA e Rússia.

Moscou já disse que é contra a instalação de escudos antimísseis na Polônia e na República Tcheca, sob o argumento de que o armamento é uma ameaça para sua segurança.

No entanto, Washington acredita que o sistema de defesa representa "uma contribuição substancial à segurança coletiva da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan)", segundo Dana Perino. EFE ca/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG