Washington, 16 mar (EFE).- O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, respondeu hoje ironicamente ao ex-vice-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney, que criticou a situação econômica e o fechamento do centro de detenção de Guantánamo.

Em entrevista, Gibbs disse que "o melhor" seria que os americanos ignorassem os conselhos de Cheney sobre a economia.

Ele também comparou o ex-vice-presidente com o comentarista ultraconservador Rush Limbaugh, considerado por muitos democratas um porta-voz virtual do Partido Republicano.

"Suponho que Rush Limbaugh estivesse muito ocupado e, por isso, usaram o segundo republicano mais popular", ironizou Gibbs.

"Acho que não consultar Cheney sobre a economia é, talvez, a melhor lição", acrescentou.

"Espero que meus sarcasmos não escondam a seriedade das minhas respostas", destacou o porta-voz.

Em entrevista à emissora de televisão "CNN", Cheney criticou a decisão do presidente Barack Obama de fechar dentro de um ano o centro de detenção de Guantánamo.

O ex-vice-presidente assegurou que as políticas adotadas durante o Governo do presidente republicano George W. Bush são "absolutamente essenciais" para proteger o país de um novo ataque terrorista como o de 11 de setembro de 2001.

Obama agora está tomando decisões que, "em minha opinião, aumentarão o risco de outro ataque para o povo dos Estados Unidos", ressaltou Cheney. EFE ojl/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.