Casa Branca pode cancelar visita de Karzai após comentários

Washington, 6 abr (EFE).- A Casa Branca planeja cancelar a visita do presidente afegão, Hamid Karzai, prevista para 12 de maio, se o líder mantiver seus comentários antiocidente, que Washington qualificou como preocupantes.

EFE |

Na semana passada, o presidente afegão acusou as potências ocidentais de serem responsáveis pela fraude nas eleições em seu país em agosto do ano passado.

Em sua entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, assegurou hoje que avaliariam "novas ou continuadas declarações do presidente Karzai para determinar se seria construtiva uma reunião" com o presidente americano, Barack Obama.

Gibbs, como nos últimos dias, qualificou as recentes declarações de Karzai como "preocupantes". "Não posso imaginar que ninguém neste país as considere outra coisa além de preocupantes", declarou o porta-voz.

Segundo membros do Parlamento afegão, citados pela imprensa americana, Karzai ameaçou se unir ao movimento talibã se continuassem as pressões estrangeiras para que realize reformas.

As alegações de Karzai foram feitas apenas dias depois da viagem surpresa de Obama ao Afeganistão para se reunir com o presidente e visitar os soldados americanos que atuam no país asiático. EFE mv/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG