Casa Branca nega residência de convidados à família Obama

Washington, 12 dez (EFE).- A Casa Branca rejeitou uma solicitação da família do presidente eleito Barack Obama de ocupar antecipadamente a residência de convidados oficiais do Governo dos Estados Unidos, informou hoje o jornal The New York Times.

EFE |

O jornal indicou em sua edição digital que os Obama tinham pedido para ocupar a residência (Blair House), em frente à Casa Branca, para que suas duas filhas, Malia e Sasha, pudessem começar sem faltas o ano letivo, em 5 de janeiro, em seu novo colégio, em Washington.

Tradicionalmente, a família do governante eleito pode ocupar a residência cinco dias antes de sua posse, em 20 de janeiro.

Segundo o diário, um porta-voz de Obama disse que a Casa Branca informou que a residência de convidados estará ocupada nas duas primeiras semanas de janeiro.

"Exploramos a idéia para que as meninas pudessem iniciar sua escola a tempo, mas havia eventos previstos anteriormente e não era possível deslocar os convidados", assinalou o porta-voz, segundo o "New York Times".

No entanto, um porta-voz do Departamento de Estado citado pelo diário indicou que desconhecia se havia algum convidado estrangeiro em Blair House durante nos primeiros dias de fevereiro.

Desde que foi eleito no dia 4 de novembro, Obama e sua família permaneceram em Chicago. EFE ojl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG