Casa Branca elogia libertação de jornalista no Iraque

Washington, 11 mai (EFE).- A Casa Branca expressou satisfação hoje com a libertação, no Irã, da jornalista americana Roxana Saberi, depois que um juiz suspendeu a condenação de oito anos de prisão que havia sido imposta à repórter.

EFE |

Em entrevista, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, afirmou que Saberi, que tinha sido considerada culpada de espionagem, foi acusada sem razão, mas que o Governo dos Estados Unidos "dá as boas-vindas a este gesto humanitário".

O presidente Barack Obama, afirmou Gibbs, "tem muita vontade" de receber Saberi de volta nos Estados Unidos.

Antes, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, tinha expressado satisfação com a libertação da jornalista e se declarou "muito animada" com a decisão.

A jornalista se encontra atualmente com sua família no Irã e "deixará Teerã nos próximos dias para retornar aos EUA", contou Hillary.

Saberi foi libertada hoje depois de o Tribunal de Apelação iraniano ter revisado a condenação de oito anos de prisão que uma corte tinha imposto no último dia 18 por um suposto crime de espionagem em favor dos EUA.

O tribunal decidiu reduzir a pena para dois anos de prisão, impor uma fiança e manter a sentença em suspenso durante os próximos cinco anos. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG