WASHINGTON - A Casa Branca afirmou nesta segunda-feira que o Paquistão deve cumprir sua promessa de cooperar plenamente com a Índia na investigação sobre os ataques de na semana passada em Mumbai, nos quais pelo menos 188 pessoas morreram.

Em sua entrevista coletiva diária, a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, afirmou que os serviços de inteligência continuam sua avaliação sobre a autoria dos ataques contra vários hotéis e edifícios freqüentados por estrangeiros na capital financeira indiana.

O presidente dos EUA, George W. Bush, recebeu hoje uma sessão informativa na Sala de Crise da Casa Branca sobre os últimos eventos relacionados com os atentados em Mumbai.

"A comunidade de inteligência ainda avalia todos os aspectos dos ataques, a motivação, o planejamento e seus detalhes operacionais", sustentou Perino.

A porta-voz declinou de se pronunciar sobre as acusações indianas do envolvimento de "elementos" paquistaneses nos atentados, que deixaram pelo menos 188 mortos e mais de 300 feridos.

"Não vou comentar sobre nenhum possível envolvimento. Não ouvi nada que sugira que o Governo do Paquistão estivesse envolvido", declarou e lembrou que esse país também foi vítima de atentados em grande escala.

Os Estados Unidos, acrescentou, exigirão que Islamabad coopere totalmente com a investigação e "não há razão" para crer que o Paquistão atue de outra forma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.