Casa Branca defende orçamento diante de um Congresso crítico

Washington, 25 mar (EFE).- O diretor do Escritório de Gestão e Orçamento da Casa Branca, Peter Orszag, continuou hoje a campanha de seu Governo para defender a proposta orçamentária, que gerou críticas de republicanos e até mesmo de democratas.

EFE |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que na terça-feira defendeu em entrevista coletiva esse orçamento, foi hoje à sede do Legislativo para tentar convencer os críticos dos benefícios no longo prazo de seu plano fiscal.

Por ocasião da visita, Orszag quis esclarecer que a proposta alternativa elaborada pelo Senado e a Câmara de Representantes "está totalmente em linha" com as principais prioridades do governante.

Além disso, assegurou que "98% das propostas do Congresso são iguais às iniciativas incluídas no plano apresentado em fevereiro por Obama".

A Casa Branca apresentou no final de fevereiro seu primeiro plano orçamentário, que chega a US$ 3,6 trilhões e que, segundo o braço auditor do Congresso, poderia elevar o déficit fiscal este ano para US$ 1,845 trilhão.

Estes números geraram várias críticas da oposição republicana e de alguns legisladores democratas moderados, que temem que o déficit fiscal do país dispare.

Obama prometeu reduzir à metade o déficit fiscal em quatro anos.

EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG