Casa Branca acusa Cheney de querer voltar à eleição presidencial

A Casa Branca acusou nesta segunda-feira o ex-vice-presidente americano Dick Cheney de querer retomar assuntos da campanha presidencial de novembro de 2008, após as críticas feitas por ele no domingo à política do presidente Barack Obama em matéria de segurança.

AFP |

O republicano Dick Cheney defendeu na rede CBS as técnicas de interrogatório vinculadas às torturas praticadas durante o governo Bush em suspeitos de terrorismo, considerando que elas haviam "salvado milhares de vidas". Uma das primeiras decisões tomadas por Barack Obama foi a de proibir esses métodos de interrogatório.

O porta-voz da Casa Branca Robert Gibbs afirmou que Cheney repetia ideias rejeitadas pelos eleitores americanos em novembro passado.

"Acho que trata-se de uma série de ideias e de pensamentos que foram, em grande parte, o tema das últimas eleições, e que foram rejeitados", disse Gibbs.

"Eles (os republicanos) avançam olhando para trás. Se o vice-presidente (Dick Cheney) pensa que essa é a maneira de fortalecer o Partido Republicano, vamos deixá-lo à vontade com estas práticas", acrescentou.

col/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG