Carter vincula reconciliação palestina com Estado independente

GAZA - O ex-presidente americano Jimmy Carter pediu nesta terça-feira aos palestinos em Gaza que cheguem a uma reconciliação para que seja criado um Estado palestino independente.

EFE |

"O caminho para a reconstrução, ao fim do sofrimento e à paz passa pela unidade palestina", afirmou Carter aos jornalistas na sua visita ao norte da Faixa.

Ele viajou à região para comprovar a destruição causada pela ofensiva militar israelense de dezembro e janeiro, na qual mais de 1.400 palestinos morreram, a maioria civis.

O ex-presidente americano, que visita a Faixa como diretor do Centro Carter e a convite da ONU, afirmou estar "triste" com o fato de "os irmãos palestinos" lutarem e prenderem uns aos outros em Gaza, governada pelo Hamas, e na Cisjordânia, pelo presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e líder do partido Fatah, Mahmoud Abbas.

Fatah e Hamas mantêm um confronto desde que os islâmicos tomaram à força o poder em Gaza, em junho de 2007, e, no começo do ano, iniciaram um diálogo de reconciliação com mediação egípcia junto a outras facções políticas palestinas que, por enquanto, não conseguiu limar as diferenças dos grupos.

Carter se reunirá esta tarde com o líder máximo do Hamas, Ismail Haniyeh, a quem apresentará uma nova proposta para a paz com Israel.

Entre os temas que abordará está a libertação do soldado israelense Gilad Shalit, sequestrado nas proximidades de Gaza pelo Hamas e por outras duas milícias palestinas em 2006.

Leia mais sobre Faixa de Gaza

    Leia tudo sobre: faixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG