Carter diz que EUA sabiam da tentativa de golpe contra Chávez em 2002

Os Estados Unidos estavam sabendo do golpe que quase derrubou o presidente venezuelano, Hugo Chávez, em 2002, e talvez tenham até apoiado a frustrada tentativa, declarou o ex-presidente americano Jimmy Carter em entrevista publicada neste domingo pelo jornal colombiano El Tiempo.

AFP |

"Acho que não há dúvidas sobre o fato de que em 2002, os Estados Unidos estavam sabendo, ou tiveram participação direta, no golpe de Estado", disse Carter ao jornal.

Assim, as críticas de Chávez contra os Estados Unidos "são legítimas", destacou o ex-dirigente democrata, que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2002.

Em abril de 2002, o presidente venezuelano foi derrubado durante 48 horas por uma junta civil e militar, antes de recuperar o poder.

Na época, o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, desmentiu qualquer envolvimento de seu país neste golpe.

Carter ainda disse que Chávez, eleito democraticamente em 1999, implantou reformas necessárias na Venezuela e permitiu que os "excluídos" se beneficiassem de "uma fatia maior da riqueza nacional". Ele se disse, porém, preocupado com a deriva "autoritária" do líder venezuelano.

Jimmy Carter também afirmou que o atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lhe disse que seu objetivo é manter relações normais com a Venezuela.

"Porém, ele (Chávez) torna a tarefa de Obama praticamente impossível", lamentou Carter, considerando que "as relações internacionais ficariam melhores se ele parasse com seus ataques e suas vituperações contra os Estados Unidos".

cop/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG