Uma carta que a administração pública enviou durante a Revolução Francesa a uma localidade do sudoeste da França, mas que acabou chegando a outro lugar de nome parecido, finalmente alcançou seu destino, 220 anos depois.

Mais de dois séculos depois, a carta, que dava uma má notícia, passará da localidade de Saïx (3.400 habitantes), no departamento de Tarn (sul do país), ao vilarejo de Seix (800 habitantes), mais ao sul, perto da fronteira com a Espanha.

Foi um estagiário da prefeitura de Saïx que, enquanto organizava os arquivos municipais, encontrou a missiva histórica.

A carta, que tinha sido expedida em Paris, informava à localidade de Seix que tinha sido rejeitado o pedido da comunidade de se tornar a principal cidade da região.

Em 5 de junho, os vereadores de Saïx farão a entrega solene da carta a seus colegas de Seix.

Para comemorar a descoberta - e o curioso extravio - a empresa francesa dos Correios, La Poste, decidiu imprimir 5.500 exemplares de um envelope especial que dirá: "De Saïx para Seix: dois séculos, duas comunas e uma carta perdida que as une".

Leia mais sobre França

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.