ofuscar e adiar , dizem EUA - Mundo - iG" /

Carta do Irã visa ofuscar e adiar , dizem EUA

TEERÃ/WASHINGTON - O Irã entregou, nesta terça-feira, uma carta às potências mundiais em que não responde concretamente à exigência de suspender seu programa nuclear, um gesto de desafio que, segundo os EUA, visa ofuscar e adiar, mas pode acarretar novas sanções.

Reuters |

O Irã entregou a carta de uma página a Javier Solana, chefe da diplomacia da União Européia, respondendo a uma oferta feita em junho por grandes potências ocidentais, que prometeram evitar novas sanções da ONU caso o país suspenda partes estratégicas de seu programa nuclear.

Trechos obtidos pela Reuters se limitam a prometer uma 'resposta clara' oportunamente.

'O Irã está preparado para fornecer uma 'clara resposta' à sua proposta na primeira possibilidade, e simultaneamente aguarda receber sua 'clara resposta' às nossas questões e ambiguidades também', disse a carta.

'Tal esclarecimento mútuo pode abrir caminho para um processo de negociação rápido e transparente, com brilhantes perspectivas.'

As grandes potências ocidentais suspeitam que o Irã esteja desenvolvendo armas nucleares. Teerã afirma que suas atividades estão voltadas apenas para a geração de eletricidade com fins pacíficos.

'É mais do mesmo dos iranianos -- ofuscação e adiamentos', disse uma fonte oficial dos EUA, pedindo anonimato. 'Não foi o tipo de resposta que a comunidade internacional esperava.'

Potências reunidas

O Departamento de Estado anunciou que na quarta-feira haverá uma teleconferência das seis potências envolvidas (EUA, Grã-Bretanha, França, Rússia, China e Alemanha), e que 'medidas adicionais' são possíveis.

O Conselho de Segurança da ONU já impôs três pacotes de sanções ao Irã desde 2006 devido à sua recusa em suspender as atividades de enriquecimento de urânio, que podem gerar combustível para usinas nucleares civis ou para armas atômicas.

Diplomatas afirmam que será difícil aprovar um quarto pacote de sanções, devido à resistência de Rússia, China e, em certa medida, da Alemanha.

Uma autoridade ocidental que teve acesso à carta disse que ela não acrescenta 'absolutamente nada' e não trata propriamente da oferta das grandes potências para negociar incentivos políticos e econômicos ao Irã em troca da suspensão do programa.

Uma fonte oficial iraniana confirmou à Reuters que a carta não trata das exigências das potências ocidentais. 'A carta entregue não é uma resposta ao pacote oferecido. A carta não menciona a troca de suspensões (de sanções e do enriquecimento)', afirmou.

De acordo com essa fonte, o assunto tampouco foi discutido no telefonema de segunda-feira entre Solana e o negociador iraniano, Saeed Jalili.

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: iraira!irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG