Carta com bala e ameaça é enviada a Berlusconi

Roma, 27 mar (EFE).- Uma carta com uma bala dirigida ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, e a outros líderes do Partido Povo da Liberdade (PDL) foi descoberta em um posto dos correios de Milão, informa hoje a Polícia.

EFE |

Na carta, destinada a Villa San Martino, em Arcore (Milão), a residência de Berlusconi, estava escrito: "Terá o final de um rato", com o nome do premiê em baixo.

O texto ameaça também o porta-voz do Governo, Paolo Bonaiuti, e vários dirigentes do PDL, como Ignazio La Russa, ministro da Defesa.

A descoberta do envelope com a munição ocorreu após um funcionário dos correios de outro escritório de Milão ter ficado ferido na explosão de uma carta-bomba dirigida à Liga Norte, que agrupa movimentos políticos de centro-direita.

O envio da carta-bomba foi reivindicado pela Federação Anárquica Internacional (FAI), mesmo grupo que se responsabilizou pela colocação, em 16 de dezembro, de um pacote-bomba numa universidade de Milão, onde explodiu sem deixar feridos. EFE jl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG