Carro-bomba mata pelo menos 4 e deixa 54 feridos no Iraque

Bagdá - Pelo menos quatro peregrinos iranianos morreram hoje e outras 54 pessoas ficaram feridas pela explosão de um carro-bomba junto a um ônibus na cidade santa xiita de Najaf, no Iraque, a cerca de 160 quilômetros de Bagdá.

iG São Paulo |

Segundo informaram à agência Efe fontes policiais, o atentado aconteceu no centro de Najaf, nas cercanias do mausoléu do Imame Ali, primo e genro do profeta Maomé.

AFP
Bombeiro apaga incêndio em ônibus atingido por explosão

Entre os 54 feridos há 17 iraquianos e 34 iranianos, alguns deles com lesões graves, segundo as fontes, que também explicaram que a detonação causou danos em edifícios e carros.

O atentado acontece na véspera das eleições parlamentares iraquianas, para a escolha da nova coalizão governante.

Em Najaf está o aiatolá dos xiitas iraquianos, Ali al Sistani, que se manteve alheio às opções políticas que para o pleito de amanhã.

Votação antecipada

Cerca de 850 mil iraquianos, entre soldados, policiais, presos e pacientes de hospitais, começaram na quinta-feira a votar em uma antecipação do pleito parlamentar do próximo domingo, que vai eleger a nova coalizão governante.


Soldados são revistados antes de votação antecipada no Iraque / AP

Para a votação do domingo, 18,9 milhões de iraquianos estão convocados para depositar seus votos em 64 mil urnas instaladas em aproximadamente 9 mil centros de votação distribuídos por todo o país, segundo dados das autoridades eleitorais.

Mais de 6 mil candidatos concorrerão nestas eleições, buscando as 325 cadeiras do Parlamento.

Segundo a missão da ONU no Iraque, aproximadamente 300 mil trabalhadores foram instruídos para dirigir o processo eleitoral, e aproximadamente 500 observadores internacionais e 250 mil locais estarão em distintas zonas do Iraque para fiscalizar a jornada eleitoral.

Com informações da EFE

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG