Carro-bomba mata 4 soldados norte-americanos no Iraque

MOSUL - Um suicida detonou um veículo carregado com explosivos perto de uma patrulha de militares dos Estados Unidos na cidade de Mosul, ao norte do Iraque, nesta segunda-feira, matando quatro soldados norte-americanos e o intérprete deles, disse o Exército dos EUA.

Reuters |

O ataque foi o mais mortal contra forças dos Estados Unidos no Iraque este ano. Somente quatro soldados norte-americanos morreram em ações hostis em todo o mês de janeiro, o mais baixo nível mensal desde a invasão que derrubou Saddam Hussein, em 2003.

Forças iraquianas e norte-americanas disseram que militantes da Al-Qaeda fazem resistência em Mosul após terem sido expulsos de outras partes do país. A violência segue alta nesta região, mas diminuiu na maior parte do país para os mais baixos níveis desde o início da guerra.

Autoridades iraquianas e norte-americanas esperavam que a violência em Mosul diminuísse após as eleições provinciais em janeiro, nas quais partidos sunitas conquistaram a maior parte dos votos na província vizinha de Nineveh.

O governo da província tem sido controlado pela minoria curda após o boicote de árabes sunitas nas últimas eleições em 2005. Comandantes norte-americanos disseram que a exclusão dos sunitas do poder local alimentou o ressentimento, favorecendo a Al Qaeda e outros insurgentes.

A força dos Estados Unidos de mais de 140.000 soldados está reduzindo sua presença em cidades iraquianas após o pacto de segurança bilateral, que entrou em vigor no dia 1o de janeiro.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG