Carro-bomba mata 20 em reunião tribal no Paquistão

Pelo menos 20 pessoas foram mortas em um ataque suicida com um carro bomba em uma reunião de líderes tribais no Paquistão, perto da fronteira com o Afeganistão.

BBC Brasil |

Mais de 60 pessoas ficaram feridas na explosão na sede do conselho dos líderes tribais, em Orakzai, uma das sete regiões semi-autônomas do Paquistão.

Como muitos feridos estão em estado grave, o número de mortos pode aumentar.

Os idosos estavam reunidos para organizar uma milícia cujo objetivo era erradicar o Talebã da região.

Segundo o repórter da BBC em Islamabad, Shoaib Hasan, o suicida levou o carro para o meio da reunião de 600 pessoas, em um local aberto, e detonou os explosivos que carregava no veículo.

Confrontos

O atentado desta sexta-feira ocorre um dia depois de o Talebã ter assumido a responsabilidade por um ataque suicida contra um prédio do esquadrão antiterrorismo dentro do principal complexo da polícia na capital paquistanesa Islamabad.

Militantes partidários do Talebã no lado paquistanês da fronteira afirmam que os ataques aumentaram por culpa dos Estados Unidos e das tropas da Otan no Afeganistão.

O governo do Paquistão se uniu a tribos mais independentes contra os insurgentes para enfrentar os militantes na região tribal de Bajaur.

O Talebã, por sua vez, matou dezenas de líderes tribais que o grupo acusa de apoiar o governo, com execuções, bombas colocadas em estradas e ataques suicidas.

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG