Explosão causou danos materiais em vários estabelecimentos comerciais

Um carro-bomba explodiu nesta segunda-feira à noite perto de um hotel em Londonderry, noroeste da Irlanda do Norte, sem deixar vítimas. O ataque ocorreu horas depois de a Polícia da província advertir que os grupos dissidentes republicanos intensificaram sua campanha armada.

O incidente causou danos materiais em vários estabelecimentos comerciais, sobretudo um restaurante e uma agência bancária. Segundo as forças de ordem norte-irlandesas, o carro explodiu uma hora depois de uma ligação telefônica que advertia sobre a colocação da bomba.

O prefeito da cidade, Colm Eastwood, condenou o atentado, ocorrido pouco antes da meia-noite. "Não sei o que é que essa gente procura. Dizem que querem seu país, mas passam o tempo tentando destruí-lo", criticou.

A 'número dois' da polícia norte-irlandesa (PSNI), Judith Gillespie, e o delegado-chefe da polícia irlandesa (Garda), Fachtna Murphy, afirmaram ontem que os grupos dissidentes do Exército Republicano Irlandês (IRA) contrários ao processo de paz na província uniram forças para intensificar a campanha armada.

Embora o tamanho dessas facções não seja significativo, Gillespie indicou, durante conferência sobre segurança além da fronteira, que o perigo deles está na "crescente capacidade" para cometer ações terroristas com maior grau de sofisticação e eficácia. EFE vg/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.