(Atualiza o número de mortos e traz novos detalhes) Islamabad, 7 mar (EFE).- Pelo menos oito pessoas, entre elas sete membros das forças de segurança, morreram hoje e várias pessoas ficaram feridas devido à explosão de um carro-bomba ativado por controle remoto nos arredores da cidade de Peshawar, no noroeste do Paquistão.

Segundo uma fonte policial citada pela agência estatal "APP", no ataque, ocorrido na zona de Badaber, em Peshawar - capital da Província da Fronteira Noroeste -, morreram cinco policiais e dois paramilitares, assim como um civil.

De acordo com esta versão, os agentes tinham ido a um estacionamento da área, alertados pela presença de um cadáver em um veículo.

Os membros das forças de segurança identificaram o veículo e começavam a inspecionar o cadáver quando houve a explosão, que inicialmente achava-se que foi obra de um suicida.

Os feridos foram levados a um hospital próximo, enquanto a Polícia isolou a área.

Em diferentes comunicados, tanto o primeiro-ministro paquistanês, Yousaf Raza Gillani, quanto o presidente, Asif Ali Zardari, condenaram o ataque e ordenaram o início de uma investigação.

Este é o maior atentado no Paquistão desde terça-feira passada, quando um comando terrorista atacou o ônibus da seleção do Sri Lanka de críquete em Lahore, matando sete pessoas e ferindo seis integrantes da equipe cingalesa. EFE igb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.