Pelo menos 19 civis morreram neste sábado em Mogadíscio na explosão de um carro-bomba, que tinha como alvo oficiais da força de paz da União Africana (UA), e nos confrontos registrados após o ataque.

O objetivo do atentado era um posto de controle administrado por forças da UA ao sul de Mogadíscio. No entanto, um policial abriu fogo contra o veículo antes que este atingisse o alvo.

"Pelo menos 14 civis morreram quando um carro-bomba atingiu um ônibus na estrada Maka Al-Mukarama road. Um policial tentou parar o carro com tiros, mas o veículo atingiu o ônibus, matando todos a bordo e o suicida", afirmou Abdifatah Ibrahim Shaweye, vice-governador de Mogadíscio.

Cinco civis morreram e 23 foram feridos nos confrontos posteriores ao ataque entre os oficiais da UA e insurgentes.

bur-oto/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.