Carro explode em base russa e mata 7 soldados na Ossétia do Sul

Um carro explodiu nesta sexta-feira em uma base do Exército da Rússia na província separatista da Ossétia do Sul, na Geórgia, e matou sete soldados, de acordo com o comandante das tropas russas na região, Marat Kulakhmetov.

BBC Brasil |

Outros sete soldados russos ficaram feridos na explosão, segundo informações de Kulakhmetov à agência de notícias Itar-Tass.

De acordo com comunicado das autoridades ossetianas, os explosivos que detonaram o carro estavam em um jipe que foi apreendido por militares russos em um vilarejo de maioria georgiana.


Fumaça da explosão é vista de longe / AFP

O veículo foi então levado para a base do Exército russo na capital da Ossétia do Sul, Tskhinvali, onde explodiu.

As autoridades ossetianas culpam forças de segurança georgianas pela explosão, mas um porta-voz do governo da Geórgia negou qualquer envolvimento de tropas do país no episódio.

O correspondente da BBC em Moscou, James Rodgers, diz que esse foi o mais sério incidente na Ossétia do Sul desde o conflito na região envolvendo a Rússia e a Geórgia, em agosto.

Desde então, os dois lados assinaram um acordo de cessar-fogo, e a Rússia reconheceu a independência da Ossétia do Sul e de outra região separatista da Geórgia, a Abecásia, contrariando as autoridades georgianas.

Nos últimos dias, observadores da União Européia começaram a acompanhar a retirada de tropas russas que permanecem em zonas de segurança ao redor da Ossétia do Sul e da Abecásia, mas dentro do território georgiano.

No início de setembro, o governo russo disse que iria manter 7 mil soldados na Abecásia e na Ossétia do Sul, depois de se retirar de outras partes da Geórgia.

Leia mais sobre Rússia

    Leia tudo sobre: rússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG