Carro em chamas é lançado contra sinagoga na França

TOULOUSE, França (Reuters) - Dois carros cheios de bombas de gasolina foram lançados contra uma sinagoga na cidade de Toulouse, no sudoeste da França, na noite de segunda-feira, causando prejuízos mas não mortes, informaram autoridades. Um carro foi incendiado e empurrado por outro até atingir a porta da sinagoga, na hora em que cerca de doze pessoas participavam de uma aula com um rabino. A sinagoga pegou fogo, mas todos que estavam dentro dela escaparam ilesos.

Reuters |

A polícia encontrou bombas de gasolina que não explodiram dentro do segundo carro, que não pegou fogo. Eles disseram que estão investigando o ataque e não prenderam ninguém.

Um grupo judeu, o Escritório Nacional de Vigilância contra o Anti-Semitismo, condenou o ataque.

Mais cedo, a ministra do Interior, Michele Alliot-Marie, se encontrou com líderes de comunidades israelenses e muçulmanas e chefes de segurança para dizer a eles que o conflito na Faixa de Gaza não deve levar a episódios violentos na França.

Nos úúltimostimos anos, os conflitos entre israelenses e palestinos despertaram atos violentos contra judeus ou prédios na França, que tem grandes comunidades judaicas e muçulmanas.

Alguns analistas atribuem o problema ao aumento do ressentimento de filhos ou netos de imigrantes de países árabes que se sentem pouco integrados à sociedade francesa e vítimas de discriminações no mercado de trabalho.

Estas frustrações, somadas ao sentimento de solidariedade em relação aos palestinos, resultaram em ataques a alvos judeus, episódios amplamente condenados por quase todos os setores políticos franceses.

Uma fonte do ministério do Interior disse que Alliot-Marie foi incisiva ao afirmar que pretende evitar esse tipo de ocorrência.

"O passado mostrou que, às vezes, há riscos e é melhor fazer um apelo pela calma. Os eventos no Oriente Médio não podem levar a conflitos entre as comunidades em solo francês", disse a fonte, que não quis ser identificada.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG