Carregadores do aeroporto JFK são acusados de roubar US$ 280.000 em jóias

Nova York, 3 set (EFE).- Dois indivíduos que trabalhavam no setor de bagagens da companhia American Airlines dentro da Aeroporto JFK, em Nova York, foram acusados de roubar jóias avaliadas em US$ 280.

EFE |

000.

A Promotoria nova-iorquina informou hoje que os envolvidos, Angelo Riviello e Albert Acevedo, se apropriaram da mala de um joalheiro com viagem marcada para Los Angeles.

No último dia 25, Riviello foi um dos funcionários encarregados da cuidar das malas vôo 201 da American Airlines. Durante o trabalho, se surpreendeu com o peso de uma das bagagens.

"Acho que encontrei algo de bom", comentou o acusado com Acevedo, chefe de plantão da brigada de carregadores no dia do roubo, segundo comunicad da Promotoria.

Acevedo abriu a mala e furtou anéis e outras jóias.

Durante a investigação, Riviello admitiu que recebeu cinco jóias de seu cúmplice e que as escondia em casa dentro do forno microondas.

Por sua vez, Acevedo reconheceu que roubou dois ou três anéis e cerca de 20 pingentes, objetos que manteve escondido no banheiro de casa.

Ambos foram detidos na sexta-feira passada, depois que o joalheiro David Diamond formalizou uma denúncia no aeroporto de Los Angeles sobre o sumiço de sua mala, que tinha 925 jóias. EFE vm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG