Caroline Kennedy, única filha viva do finado presidente John F. Kennedy, quer a cadeira no Senado por Nova York que pertencia a Hillary Clinton, revelou nesta segunda-feira o governador local.

Caroline Kennedy, que apoiou Barack Obama nas primárias democratas contra Hillary Clinton, pretende ocupar a cadeira deixada pela ex-primeira-dama dos Estados Unidos, que será a futura secretária de Estado.

"Já me disse que está interessada", revelou o governador de Nova York, David Paterson, que terá a responsabilidade de designar o substituto de Hillary Clinton.

A informação sobre a eventual candidatura de Caroline Kennedy suscitou o debate em Nova York, onde alguns a descrevem como apenas uma mulher com um sobrenome conhecido, mas sem as qualificações para o cargo.

David Paterson prometeu anunciar sua decisão sobre a cadeira no Senado antes da posse de Barack Obama, no dia 20 de janeiro.

sms/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.