Carla Bruni nega-se a confirmar gravidez

Primeira-dama francesa rejeitou responder perguntas sobre declaração de pai de Sarkozy de que ela estaria grávida

iG São Paulo |

Reuters
A primeira-dama da França, Carla Bruni, chega para lançar sua fundação de combate ao analfabetismo no museu de arte moderna Centre Pompidou, em Paris
A primeira-dama da França, Carla Bruni, negou-se nesta terça-feira a responder às perguntas dos jornalistas sobre os rumores de gravidez, no mesmo dia em que o jornal Bild afirmou que o pai do presidente francês, Nicolas Sarkozy, confirmou que ela está grávida .

Os jornalistas perguntaram sobre sua gravidez quando ela chegou acompanhada do ator Gérard Depardieu a um ato da fundação contra o analfabetismo que ela preside. O governo francês também negou-se a comentar o assunto, dizendo que é uma questão privada.

A mulher do ex-presidente da França Jacques Chirac, Bernadette, que estava presente no ato, disse à imprensa que não é frequente a chegada de um bebê ao Palácio do Eliseu.

"Carla tinha me falado de seu desejo há algum tempo. É uma notícia muito, muito boa, motivo de completa felicidade", disse, alimentando ainda mais o rumor de que a informação é verdadeira.

Nesta semana, em seu comparecimento no telejornal da emissora "TF1" para falar sobre sua fundação, a primeira-dama limitou-se a agradecer com um sorriso a indireta do apresentador, que disse: "Não quero invadir sua vida privada, mas gostaria de cumprimentá-la."

Durante o ato desta terça-feira, celebrado no Centro Pompidou, Carla limitou-se a falar sobre o analfabetismo na França. Segundo os dados apresentados por sua fundação, atualmente há 3,1 milhões de pessoas de entre 18 e 65 anos analfabetas na França, o que representa 9% da população.

Se a informação for confirmada, primeira-dama e o presidente francês deverão ser pais em breve, no início da campanha presidencial francesa para 2012. Sarkozy, 56 anos, poderá ser o primeiro presidente a ter um filho no exercício do mandato na história da República francesa.

Consequência política

Uma gravidez poderia ser um potencial tiro certeiro para Sarkozy, menos de um ano antes das eleições presidenciais francesas. Sua popularidade está em queda, mas um bebê no Eliseu poderia ajudar os eleitores a se conectar com um homem que cada vez mais veem distante de suas preocupações.

Os primeiros rumores sobre sua gravidez apareceram no final de abril, quando a revista de fofocas Closer publicou uma história dizendo que a primeira-dama de 43 anos estava grávida de três meses. De acordo com a publicação, as autoridades estavam mantendo a história em segredo pelo fato de a idade dela tornar a gravidez de alto risco.

Carla e Sarkozy se casaram no início de 2008. Ela tem um filho de uma relação anterior, e Sarkozy tem três filhos de suas duas uniões prévias.

*Com EFE, AFP e AP

    Leia tudo sobre: françacarla bruninicolas sarkozygravidez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG