Cargueiro turco é salvo de ataque pirata por força da Otan

Istambul, 14 ago (EFE).- Um cargueiro turco no Golfo de Áden conseguiu evitar hoje uma abordagem pirata graças à defesa de vários helicópteros alemães pertencentes à missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) contra a pirataria no mar Índico.

EFE |

A Marinha turca informou, em comunicado, que o navio "Elgiznur Cebi", de bandeira turca, fazia a rota entre o porto de Ad Damman (Arábia Saudita), no Golfo Pérsico, e o de Yuzhny, no litoral ucraniano do Mar Negro.

Na manhã de hoje, o navio navegava por águas do Golfo de Áden quando teria sido atacado por piratas somalis.

Então, o navio deu um aviso à fragata "Gediz", um dos dois navios de guerra das Forças Armadas da Turquia que participam das operações contra a pirataria da ONU e da Otan.

A fragata "Gediz" entrou em contato com a missão da Otan em águas somalis e esta enviou um destacamento de helicópteros do contingente alemão, que conseguiram dissuadir os piratas.

Os 19 tripulantes do navio que sofreu a tentativa de sequestro estão em perfeitas condições, segundo o comunicado do Subsecretariado da Marinha do Governo turco. EFE amu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG