Moscou, 14 nov (EFE).- A nave de carga russa Progress M-65 desacoplar hoje da Estação Espacial Internacional (ISS) e funcionará durante mais de três semanas como laboratório orbital.

"A ordem de desacoplamento foi transmitida do Centro de Controle de Vôos Espaciais (CCVE) da Rússia às 19h17 de Moscou (14h17 de Brasília). Três minutos mais tarde, a Progress se separou do módulo russo Zvezda, ao qual se encontrava acoplado desde o dia 17 de setembro de 2008", disse um porta-voz do centro.

Durante seu vôo autônomo, e da mesma forma que foi feito com a Progress M-64, os cientistas russos estudarão, no marco do projeto "Plasma-Progress", as características, tamanho e densidade do plasma que surge pela conseqüência do funcionamento dos propulsores do aparelho, informaram as agências.

Antes da manobra de desengate, a tripulação permanente da plataforma orbital, integrada pelos astronautas americanos Michael Fincke - comandante da missão - e Gregory Chamitoff, e o cosmonauta russo Yuri Lonchakov, carregou a nave com equipamento científico.

EFE egw/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.