Cargueiro de Hong Kong seqüestrado levava 36 mil toneladas de trigo ao Irã

Teerã, 19 nov (EFE).- O cargueiro de Hong Kong operado por uma companhia iraniana que foi seqüestrado na terça-feira por piratas no Golfo de Áden levava 36 mil toneladas de trigo com destino ao Irã, informou hoje a agência iraniana Mehr.

EFE |

O seqüestro foi confirmado por Mohammed Rasej, membro da delegação executiva da Organização da Navegação iraniana, segundo a fonte.

O responsável iraniano disse que, antes do seqüestro do cargueiro, que tinha 25 tripulantes a bordo, os piratas tentaram atacar outros dois navios na mesma rota, que conseguiram fugir.

Nas últimas 24 horas, piratas somalis seqüestraram um pesqueiro que trabalhava para a Tailândia e um petroleiro com capacidade para 2 milhões de barris de petróleo.

Segundo a Agência Marítima Internacional, com sede em Kuala Lumpur, desde janeiro, houve 95 ataques de piratas na área, dos quais 39 terminaram com o seqüestro do navio.

Atualmente, 17 embarcações permanecem sob poder dos piratas, com mais de 300 marinheiros seqüestrados. EFE msh-jfu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG