Arctic Sea é encontrado com tripulantes a salvo - Mundo - iG" /

Cargueiro Arctic Sea é encontrado com tripulantes a salvo

O cargueiro Arctic Sea, considerado desaparecido desde o final de julho, foi encontrado a 300 milhas (cerca de 730 km) de Cabo Verde e sua tripulação foi levada para um barco russo sã e salva, informou nesta segunda-feira o ministro da Defesa da Rússia, Anatoly Serdyukov.

AFP |

"Hoje, à 1h00 de Moscou (18h00 de domingo em Brasília) o 'Arctic Sea' foi encontrado a 300 milhas de Cabo Verde. A tripulação foi transferida para nosso barco encarregado de combater submarinos", declarou Serdyukov ao presidente russo, Dmitri Medvedev, durante um encontro transmitido pela televisão.

Os membros da tripulação estão "sãos e salvos", acrescentou o ministro.

Atualmente, estão sendo "interrogados" para esclarecer as circunstâncias desse misterioso caso, acrescentou.

No entanto, Serdyukov não deu maiores informações sobre o que aconteceu nas últimas semanas com a embarcação maltesa e a tripulação russa.

"Nas próximas horas, poderemos falar com mais detalhes sobre o que aconteceu, por que perdemos o contato com ele, por que mudou de itinerário", acrescentou o ministro.

Medvedev pediu uma investigação completa sobre o mistério do "Arctic Sea" e prometeu que "todas as partes interessadas" serão informadas sobre os resultados.

Duas semanas depois do último contato oficial com o barco, que zarpou da Finlândia no dia 23 de julho rumo à Argélia, cerca de 20 países estão envolvidos na investigação em curso em Helsinki.

O barco, com um carregamento de madeira de valor estimado em mais em um milhão de euros (1,4 milhão de dólares), foi atacado em duas oportunidades: no mar Báltico na noite de sua partida, segundo a polícia sueca, e diante da costa de Portugal, segundo a Comissão Europeia, que não indicou em que data.

Os especialistas analisaram todo tipo de hipótese sobre o misterioso assunto. Uma nova forma de pirataria, um ajuste de contas entre mafiosos, tráfico de drogas, uma divergência comercial que teria acabado mal são algumas das possibilidades citadas.

As autoridades finlandesas negaram no domingo os rumores que indicavam que o barco transportava um carregamento "secreto" de material radioativo.

Jukka Laaksonen, chefe da Autoridade Finlandesa de Segurança Nuclear (STUK), afirmou que os bombeiros realizaram testes radioativos no cargueiro em um porto na Finlândia antes que zarpasse.

Na semana passada, várias fontes afirmaram que o barco se encontrava no Oceano Atlântico frente a Cabo Verde e que um avião português o havia sobrevoado, mas Portugal não confirmou a informação.

As autoridades de Malta informaram no domingo que um inquérito criminal estava em curso relacionado a suspeitas de extorsão e de sequestro do "Arctic Sea".

cb/dm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG