Cardeal pede a Zelaya que não volte a Honduras para evitar banho de sangue

O cardeal hondurenho Oscar Rodríguez pediu neste sábado ao presidente deposto Manuel Zelaya que desista de voltar a Honduras para evitar um banho de sangue.

AFP |

O cardeal, figura nacional de muito prestígio e considerado um dos candidatos ao pontificado após a morte de João Paulo II, fez um apelo ao "amigo José Manuel Zelaya", advertindo-o de que "um regresso ao país neste momento pode desatar um banho de sangue".

"Sei que você ama a vida, sei que você respeita a vida, até o dia de hoje não morreu um só hondurenho (em consequência do golpe); por favor medite, porque depois será tarde demais", pediu o sacerdote.

Zelaya foi derrubado no dia 28 de junho por um golpe militar e deixou o país.

nl/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG