Cardeal irlandês pede perdão por esconder abusos contra menores

O primaz da Igreja Católica irlandesa, o cardeal Sean Brady, pediu perdão nesta quarta-feira por ter escondido os abusos contra menores cometidos por um padre pedófilo nos anos 1970.

iG São Paulo |


Familiares das vítimas exigiram o afastamento de Brady de suas funções desde que a Igreja Católica da Irlanda admitiu que este havia participado de duas reuniões em 1975 em que duas supostas vítimas de abusos sexuais prometeram manter silêncio sobre o caso.

"Quero dizer a todos os que sofreram por meus erros que peço desculpas com todo o meu coração", disse o cardeal Brady na homilia que pronunciou na catedral de Armagh (Irlanda do Norte) no Dia de São Patrício, santo padroeiro da Irlanda.

"Também queria pedir desculpas a todos os que se sentem abandonados por mim. Olhando para trás, estou envergonhado de nem sempre ter defendido os valores que prego e nos quais acredito", acrescentou, segundo um comunicado da Igreja Católica irlandesa divulgado em Dublin.

O primaz da Irlanda afirmou na segunda-feira que só renunciaria se o papa Bento 16 pedisse. Segundo a Igreja Católica, o hoje cardeal Brady participou das duas reuniões de 1975 quando era padre. Nessas reuniões, duas supostas vítimas "assinaram compromissos prometendo respeitar a confidencialidade das informações", confirmou a Igreja.

As autoridades eclesiásticas investigavam então o padre Brendan Smyth, considerado responsável por abusos sexuais cometidos contra centenas de crianças durante quatro décadas e que morreu na prisão após a sua detenção nos anos 90.

Em Roma, o Papa se declarou nesta quarta-feira "profundamente preocupado" com o escândalo de abusos sexuais cometidos por sacerdotes contra centenas de crianças e adolescentes durante décadas, que foram ocultados pela hierarquia eclesiástica na Irlanda, e anunciou que na sexta-feira "assinará" uma carta aos fiéis irlandeses.

Com AFP e EFE

Leia mais sobre Igreja Católica

    Leia tudo sobre: igreja católica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG