Cardeal colombiano busca se reunir na Europa com chefes das Farc

Bogotá, 25 dez (EFE).- O cardeal colombiano Darío Castrillón revelou hoje que está fazendo as gestões necessárias para ter em breve uma reunião na Europa com chefes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), para o que conta com a autorização do presidente Álvaro Uribe e do Vaticano.

EFE |

"Estamos esperando para ver o que diz 'Alfonso Cano' (chefe máximo das Farc) e quem delegará, mas já estamos à disposição", explicou no Vaticano o cardeal, em entrevista por telefone à emissora colombiana "RCN".

O objetivo do possível encontro é buscar uma forma de avançar em um acordo humanitário entre o Governo Uribe e as Farc que possibilite a libertação de todos os sequestrados pelos rebeldes e firme as bases para um processo de paz, explicou Castrillón.

É preciso um "salvo-conduto" para que os membros das Farc possam viajar à Europa e, segundo o cardeal, "tudo isso está sendo falado".

Castrillón não quis dar detalhes sobre a possível data e o eventual local da reunião.

Os rebeldes retêm, segundo o Governo, 24 militares e policiais para serem trocados por 500 guerrilheiros presos na Colômbia e nos EUA.

Entre eles estão dois militares que os guerrilheiros prometeram libertar há meses. No entanto, as conversas para viabilizar a soltura ficaram suspensas na terça-feira passada após a ordem de Uribe para que se busque o resgate militar de todos os sequestrados.

Uribe deu essa ordem um dia depois do sequestro e assassinato do governador do departamento (estado) de Caquetá, Luis Francisco Cuéllar, supostamente por membros das Farc. EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG