Washington, 16 dez (EFE).- O guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) Gerardo Antonio Aguilar Ramírez (César), um dos responsáveis por vigiar a ex-candidata à Presidência da Colômbia Ingrid Betancourt no cativeiro, se declarou hoje culpado das acusações de narcotráfico que enfrenta nos Estados Unidos.

"César" admitiu as acusações em uma audiência na Corte do Distrito de Columbia, como confirmou à Agência Efe Carmen Hernández, sua advogada. EFE elv/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.