Reyes - Mundo - iG" /

Caracas devolverá documentos de suposto computador de Reyes

Caracas, 2 abr (EFE).- A Venezuela devolverá à Colômbia, por falta de utilidade, os documentos achados em um computador que Bogotá atribui ao líder guerrilheiro Raúl Reyes, morto em 1º de março, e que comprovariam o suposto vínculo das Forças Armadas Revolucionárias da Colmbia (Farc) e o Governo venezuelano.

EFE |

Em comunicado divulgado hoje, a Chancelaria indicou que "perante a impossibilidade de fazer algum uso útil e proveitoso da pasta com os documentos, devolverá ao Ministério das Relações Exteriores da Colômbia por meio de sua representação em Caracas", sem precisar quando.

A Chancelaria reiterou que o Governo do presidente venezuelano, Hugo Chávez, "não reconhece os papéis" enviados pela Colômbia, já que "constituem um conjunto de escritos inconsistentes e incompreensíveis".

Esses documentos, "foram utilizados a partir da Colômbia e dos EUA por meios de imprensa inescrupulosos para uma campanha temerária contra o Chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez", acrescentou o comunicado.

A Chancelaria venezuelana ratificou a Bogotá "a vontade do Governo bolivariano de manter boas relações com a Colômbia sobre a base do respeito mútuo e o espírito de cooperação".

O comunicado foi feito um dia após o ministro venezuelano de Relações Exteriores, Nicolás Maduro, se pronunciar sobre este tema e dizer que "de nenhuma maneira" reconhece a validade dos documentos.

Maduro declarou esta terça-feira aos jornalistas que Caracas recebeu da Chancelaria colombiana "uma pasta branca, de plástico, com um conjunto de fotocópias (...), com nomes estranhos".

"Recebemos com a decência diplomática do caso esta pasta e nas próximas horas vamos responder oficialmente", acrescentou o chanceler venezuelano em suas declarações de terça-feira. EFE gf/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG