Berlim, 3 ago (EFE).- O traficante de armas Karlheinz Schreiber foi enviado hoje para a prisão de Augsburgo, no sul da Alemanha, horas depois de ter sido extraditado pelo Canadá, após dez anos de fugir da Justiça de acusações sobre as contas secretas e supostos subornos da União Democrata-Cristã (CDU, na sigla em alemão).

O germânico canadense Schreiber, de 75 anos, foi levado do aeroporto de Munique, na Alemanha, onde aterrissou procedente de Toronto, no Canadá, a uma cela de nove metros quadrados, à espera de que amanhã seja posto à disposição da Justiça e que sejam lidas as acusações contra ele.

A justiça alemã acusa Schreiber de subornos e evasão fiscal, o que pode significar uma pena de até 15 anos de prisão, sobre o escândalo de financiamento irregular do partido da CDU. EFE gc-ih/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.