Capitão de navio belga diz que tripulação mantida refém na Somália está bem

Bruxelas, 22 abr (EFE).- O navio belga Pompei permanece ancorado perto do litoral da Somália, com seus dez tripulantes a salvo, informou hoje o Governo belga, que entrou em contato com o capitão da embarcação pela primeira vez desde o seu sequestro no último sábado.

EFE |

A tripulação, integrada pelo capitão, de nacionalidade holandesa, e mais dois belgas, quatro croatas e três filipinos, está "bem", diz uma nota emitida pelo centro de crise do Ministério de Interior da Bélgica.

As autoridades belgas também disseram que o "Pompei" está ancorado perto do litoral da Somália e que os próximos contatos e as negociações "transcorrerão com toda discrição", para não comprometer a segurança da tripulação.

As negociações "podem levar um certo tempo" e, por enquanto, os seqüestradores não fizeram "nenhuma reivindicação específica".

O ataque à embarcação de bandeira belga aconteceu na madrugada do sábado, a cerca de cem milhas das Seychelles.

Hoje, numa reunião de ministros, o Governo da Bélgica decidiu enviar uma equipe de observadores a Djibuti para acompanhar a situação do "Pompei". EFE ahg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG