O capitão turco de um navio mercante foi condenado a 24 anos de prisão por um tribunal georgiano por ter entrado ilegalmente no território separatista da Abkházia.

O capitão de navio mercante, Mehmet Coskun Ozturk, foi declarado culpado por contrabando e violação da lei georgiana sobre os territórios ocupados, segundo a guarda costeira georgiana.

Esta condenação acontece num momento em que a Geórgia intensifica os esforços para aplicar um bloqueio naval à Abkházia, território pró-russo reconhecido or Mosou em agosto de 2008 depois da guerra russo-georgiana pelo controle da Ossétia do Sul, outra república georgiana separatista.

O navio de bandeira panamenha que transportava petróleo da Turquia para Sukhumi, capital da Abkházia, foi interceptado em 20 de agosto.

im-bfi/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.