Cantor Pete Doherty sai da prisão após 29 dias

O roqueiro britânico Pete Doherty foi libertado da prisão Wormwood Scrubs, no oeste de Londres, após servir 29 dias de uma sentença de 14 semanas. O vocalista dos grupos The Libertines e Babyshambles, tido na Grã-Bretanha como uma espécie de Rimbaud do rock, foi flagrado dirigindo com documentação irregular e levando no carro drogas como crack, heroína e maconha.

BBC Brasil |

Ele recebeu a sentença em outubro mas não foi para a prisão, ficando sob supervisão das autoridades.

A sentença previa visitas regulares ao tribunal para acompanhamento e também a participação em programas de reabilitação para viciados em drogas.

Mas o cantor não compareceu a algumas das sessões e acabou indo para a prisão em abril.

Ao deixar Wormwood Scrubs, na manhã desta terça-feira, o ex-vocalista dos Libertines disse que estava feliz em sair da cadeia e mal podia esperar para beber uma cuba libre (coquetel a base de coca-cola com rum) e passar tempo com seus gatos.

Doherty mostrou ao grupo de repórteres reunidos na rua um certificado confirmando que ele havia passado num teste de drogas enquanto servia sua sentença.

Quando lhe perguntaram se havia usado drogas na cadeia, o cantor respondeu, irônico: "Eu sabia que ia ser um pouco duro no começo, com a super-população e as instalações médicas".

"Embora eles se esforcem - eles são bons! - não podem atender às necessidades de um drogado comum", acrescentou.

Doherty também descreveu a vida na prisão como "muito bandido e Rádio 4" (uma referência à Rádio 4 da BBC, emissora cuja programação inclui notícia, cultura e humor).

Doherty pediu um celular a um dos repórteres para combinar uma carona.

Por causa da prisão, o roqueiro teve de adiar um concerto no Royal Albert Hall - este teria sido o maior show solo do cantor.

Os ingressos ainda são válidos e uma nova data deverá ser anunciada.

Caso tivesse cumprido a sentença inteira, Doherty teria sido obrigado a cancelar também sua participação no popular festival de Glastonbury, em junho.

A vida glamurosa de roqueiro, as drogas e o envolvimento com mulheres bonitas - como a modelo Kate Moss - exercem fascínio sobre a mídia britânica, que dedica um generoso espaço às desventuras do roqueiro.

Leia mais sobre: Pete Doherty

    Leia tudo sobre: pete doherty

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG