Cantor acusado de protagonizar vídeos eróticos se entrega à polícia indonésia

Polícia acusa Nazriel Irham, 28, de violar a lei anti-pornografia do país

EFE |

Jacarta - Um cantor de rock indonésio acusado de protagonizar dois vídeos de sexo explícito publicados na Internet se entregou nesta terça-feira à Polícia, que o acusa de violar a estrita lei anti-pornografia do país. Nazriel Irham, de 28 anos e apelidado Ariel Peterpan, se apresentou durante a madrugada, horas depois que as forças de segurança o nomearam como suspeito em um caso que despertou grande polêmica instigada pelos radicais islâmicos na nação de maior população muçulmana do mundo.

"Se não se tivesse entregado, teríamos o detido", assegurou à imprensa o porta-voz da Polícia indonésia, Zainuri Lubis. A lei anti-pornografia, aprovada com grande controvérsia em 2008, castiga a distribuição deste material na Internet com até seis anos de prisão, enquanto pessoas que protagonizam cenas de sexo podem ser presas por até 16 anos.

Nas duas gravações, de caráter rudimentar, um homem bastante parecido com o cantor aparece mantendo relações sexuais com mulheres que se assemelham a duas famosas atrizes e apresentadoras. As envolvidas, Luna Maya, estrela de 26 anos e mais de 30 filmes e telenovelas, e Cut Tari, com 32 anos e 20 telenovelas no curriculum, parecem ter suas carreiras arruinadas.

Os polêmicos vídeos, com nudez integral e atos sexuais explícitos, provavelmente foram gravados com um telefone celular, e estão disponíveis em vários sites de downloads gratuitos na rede. A Polícia indonésia realizou várias batidas em centros docentes de Jacarta e arredores porque os estudantes tinham baixado o vídeo para seus celulares depois que o Governo proibiu sua divulgação pela televisão.

No entanto, noticiários e programas de variedades de todas as emissoras estão acompanhando a novela que pôs em evidência o abismo aberto entre a mentalidade conservadora do islamismo tradicional e a cultura da juventude urbana do país.

    Leia tudo sobre: iGindonésia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG