Caneta com memória? Beckham na Austrália? É mentira!

SYDNEY (Reuters Life!) - David Beckham vai jogar na seleção da Austrália? Um grampeador capaz de fazer posts no Twitter? Só pode ser 1o de abril! Mantendo a tradição, veículos de comunicação, empresas, sites e outros engraçadinhos lançaram na quinta-feira várias brincadeiras do Dia da Mentira, variando do ridículo ao absurdo.

Reuters |

A fábrica australiana de canetas Artline publicou nos jornais e no seu site (www.artline.com.au) anúncios de uma caneta que seria capaz de lembrar tudo o que você escreve.

"Esqueça a preocupação de perder a lista de compras ou uma tira de papel com aquele nome ou número de telefone vital", diz a propaganda. "Você pode baixar tudo isso depois - do jeito que você escreveu, ou na fonte tipográfica de sua preferência."

No ano passado, na mesma data, a empresa já havia "lançado" uma caneta com microchip de rastreamento, para evitar furtos.

Já o site HowStuffWorks.com apresentou o "twapler" - um, digamos, "gramptuitador," "grampeador que automaticamente envia uma mensagem via Bluetooth ou WiFi para um Twitter, detalhando exatamente o que você está grampeando em um dado momento."

"Não importa se você está juntando um projeto de pesquisa, formulários de impostos ou os seus documentos de divórcio, o Twapler vai mandar uma mensagem para que ávidos tuiteiros se deleitem."

A emissora australiana ABC divulgou uma falsa entrevista com o lesionado David Beckham, em que o ex-capitão da seleção inglesa de futebol anuncia que será assistente-técnico dos "Socceroos", a seleção local, e prometendo levar o fraco time do país à glória na Copa da África do Sul.

Na pequena cidade australiana de Murwillumbah, a população acordou com a notícia, estampada no jornal local, o Tweed Daily News, de que o cineasta James Cameron, teria escolhido as florestas da região para rodar a sequência de "Avatar".

O Dia da Mentira existe há séculos, mas sua origem não está clara. Uma teoria muito difundida é de que a brincadeira remonta à época da adoção do calendário gregoriano. Até então, o ano começava no mês de abril - e a mentira seria uma "pegadinha" com quem continuava seguindo o calendário juliano.

Em muitos países, a tradição é que se deve fazer os outros de bobo até as 12h de 1o de abril - se a mentira for contada à tarde, bobo é quem contou.

(Reportagem de Belinda Goldsmith)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG