Os três candidatos derrotados na eleição presidencial iraniana denunciaram 646 irregularidades na votação que resultou na reeleição do ultraconservador Mahmud Ahmadinejad, informou o porta-voz do Conselho dos Guardiães da Constituição.

"O Conselho dos Guardiães se reunirá sábado com os três candidatos, Mir Hossein Mussavi, Mehdi Karubi e Mohsen Rezai", afirmou Abas Ali Kadkodai.

As irregularidades envolvem, entre outros aspectos, as faltas e atrasos na entrega de cédulas, incitações a votar em apenas um candidato e os desvios do itinerário previsto para as urnas móveis.

aet-pcl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.